Algum tempo atrás li um artigo que revolucionou a minha vida profissional, ele falava sobre o poder do relacionamento ao ponto de definir o rumo da carreira das pessoas escrito por Lynda Gratton, professora da London Business School. A partir daí percebi a importância da especialização já que, no futuro, as pessoas vão perder os vínculos com as empresas e passarão a trabalhar com colaboração em projetos. Dessa forma, não adianta ser generalista, é preciso saber teoria e prática de uma área específica para trabalhar em jobs específicos.

A autora também aborda as redes sociais, por ser o veículo mais fácile  rápido para transmissão de informação, que cria uma teia de relacionamentos, não só para os profissionais, mas principalmente para as empresas. Multinacionais como a P&G possuem um portal somente para a troca de informações, reforçando a importância dessa mão dupla entre empresa e sociedade.

A palavra de ordem é cooperação, onde você tem que ser humilde o suficiente para ajudar sabendo que outros farão o mesmo por você.

O relacionamento também virou negócio. Empresas como Experience Club criam grupos para que profissionais se conheçam e troquem informações. No caso específico do Experience Club, os participantes são executivos e empresários de alto escalão, que participam de eventos exclusivos e dinâmicos e acabam fazendo contatos importantes para os negócios. Que tal começar analisando sua rede de relacionamentos e seu projeto de carreira?