É só se olhar no espelho ou analisar seus atuais/ex colegas de faculdade para identificar características semelhantes: ansiedade, interatividade e inovação. Somos a geração Y! Que viveu o boom da tecnologia e hoje está conectado com tudo que possa trazer informação e ascensão profissional afinal, temos muita pressa de chegar ao alto do pódio e realizar todos os nossos objetivos. Nossa grande ferramenta para isso? A internet, trazendo vários conteúdos mas também muita cobrança, já que é preciso amadurecer muito rápido para assumir grandes responsabilidades e colocar em prática aquilo que, muitas vezes, só conhecemos na teoria.

@rebecacarvalho, @priparo e @japadesign (parte da turma)

Enxerguei esse perfil claramente em meio a um happy hour com meus ex colegas de faculdade. A poucos anos atrás éramos “trainees” de publicitários e designers, buscando todas as oportunidades que o mercado poderia nos dar, e mais uma vez quem foi nossa aliada? A internet. É ela nossa primeira fonte de informação e responsável por grande parte do nosso networking. Aliás, esse happy hour foi marcado com apenas 140 caractéres, pode parecer pouco, mas é o suficiente para garantir o programinha de sexta a noite sem descuidar da pauta no trabalho.

E assim estávamos nós, jovens profissionais compartilhando experiências, cheios de opinião e idéias para desvendar tudo o que o mercado pode oferecer. As inseguranças existem, medo de errar é normal, mas incrível como a vontade de colocar todos os conhecimentos em prática faz com que os Trainees de Ceo arregacem as mangas e encarem os desafios. É a síndrome da cabeça fervilhando, pensamento rápido e agilidade para alcançar o topo, para ser um CEO no espaço mais curto de tempo.